sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ESPIRITUALIDADE E CIÊNCIA

  DEPRESSÃO: PARTE 1



 Artigo publicado no jornal "O Diário de Notícias" de Catalão, GO no dia 15/01/2011

Espaço semanal dedicado a todas as tradições místicas (religiões). Escreva para nosso correio eletrônico (vento12branco@yahoo.com.br) e conte suas dúvidas, sugestões, problemas, angústias ou compartilhe conosco sua experiência de fé.

Hoje vamos falar de uma doença muito conhecida pela sociedade contemporânea: a depressão. Este é um daqueles “problemas” que comumente achamos que acontecem somente na casa dos outros. Mas quando um deles bate em nossa porta e entra sem convite, não sabemos como agir e, no caso da depressão, muitas vezes porque consideramos os sintomas que ela apresenta como sendo “preguiça” ou “frescura” por parte da pessoa que sofre desta patologia. É possível que você leitor, certamente já conheceu alguém que passou por isso, talvez até mesmo dentro de sua própria família.

Nossa intenção aqui não é discutir os aspectos fisiológicos ou psicológicos desta doença, isso cabe aos médicos e psicólogos. Vamos falar sobre o importante auxílio que a fé em Deus pode dar na cura deste mal tão comum em nossos dias.  E vale lembrar a todos que suspeitam ter ou já têm o diagnóstico desta enfermidade, que procurem auxílio médico ou continuem seu tratamento, seguindo corretamente as orientações dadas pelos profissionais competentes.

Mas...como a fé pode me ajudar? Neste momento nossa conversa é principalmente com você, que sofre com este problema que parece sem solução. Em primeiro lugar, levante seus olhos, abra as janelas de sua casa e de sua alma, deixe o vento renovar o ar que respira, sinta a vida pulsando em suas veias. Deixe a luz do sol entrar e aquecer seu espírito. Sinta os raios de luz iluminando seu dia, como uma carícia do Altíssimo, que nunca te abandona. Se o dia estiver nublado e chuvoso, sinta igualmente as bênçãos do Criador chegando para lhe saudar. Lembre-se: você nunca está só.  

Qualquer atitude nesta condição pode parecer difícil, entendo, mas você é capaz, eu acredito em você – e Deus também. E se por acaso duvidar que Ele existe, olhe novamente ao seu redor, repita incessantemente a palavra Deus, muitas e muitas vezes, como um mantra e descubra a incrível força que vai  despertar dentro de seu interior. Ore com o vigor de sua alma, converse com Ele sobre suas aflições, angústias...

Ouça músicas com letras conscientes, alegres e de alto astral ou bons programas de rádio. Leia livros de textos sagrados, tais como a Bíblia, Bhagavad Gita Alcorão, Evangelho segundo o Espiritismo ou outros que tenham bons conteúdos, de acordo com sua crença. Redescubra suas qualidades, procure uma distração: faça artesanato, prepare alimentos saudáveis, organize suas coisas, converse com pessoas de sua confiança que possam te ouvir, abra seu coração e não se feche no mundo sombrio da solidão. Busque ajuda.

Bakti Aloka Paramadvaiti Swami¹ nos apresenta algumas perguntas básicas para serem respondidas por uma pessoa que quer sair da depressão:

Como dirigir os recursos que Deus tem colocado à minha disposição para que eles realmente façam o bem a todos?
Como posso contribuir com algo que ajude aos que me rodeiam e a mim mesmo?
Como posso conseguir que minhas atividades estejam de acordo com os ideais do meu coração?”

Este grande mestre espiritual diz ainda que “a depressão não é uma doença incurável, mas nossa sociedade materialista está longe de saber como curá-la, porque, em essência ela mesma é a causa desta doença. A solução está em acudir a uma sabedoria milenar e com a companhia de pessoas absortas no mundo da dedicação”.

Aproveite este maravilhoso conselho e busque uma tradição mística (religião) que agradece seu coração. O convívio com o grupo escolhido oferecerá uma oportunidade de interação social que o ajudará a estabelecer vínculos saudáveis com os demais que dele participam.

O padre Agenor Girardi nos ensina a importância da oração neste processo de recuperação:

“A oração não é um rito exterior, nem um toque de magia e cura imediata. Em primeiro lugar, entramos em contato com nosso interior, onde Deus habita em nós. Neste espaço a força de Deus é maior. Na oração há sempre uma conquista nova. Na oração sentimos a força de Deus. E onde Deus está, o juízo da depressão não tem a última palavra sobre a pessoa”.

Tenha fé, reze sempre, confie em Deus e você vai conseguir a força necessária para superar os seus problemas, acredite. Preencha sua mente e seu coração com amor, harmonia, paz, alegria e fé, muita fé. Continuaremos nosso bate papo sobre depressão na próxima semana. Não se esqueça, este espaço é seu, escreva-nos. Paz e luz.


Por  Dauto Barros*

* Dauto Barros é Engenheiro Químico com Especialização em Energias Alternativas, Terapeuta Natural e responsável pela divulgação no Brasil do Projeto Mundial de Psicologia Perene ou “Oida-terapia”, um novo conceito terapêutico que busca integrar elementos da psicologia atual a diferentes caminhos místicos do planeta.

¹ Baki Aloka Paramadvait Swami é escritor, poeta, conferencista, educador, ambientalista, filósofo e arquiteto de templos. É mestre espiritual fundador da Missão Vrinda, que divulga a consciência de Krishna ao redor do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário