sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

ESPIRITUALIDADE E CIÊNCIA

DEPRESSÃO: PARTE 2


Artigo publicado no jornal "O Diário de Notícias" de Catalão, GO no dia  21/01/2011

Espaço semanal dedicado a todas as tradições místicas (religiões). Escreva para nosso correio eletrônico (vento12branco@yahoo.com.br) e conte suas dúvidas, sugestões, problemas, angústias ou compartilhe conosco sua experiência de fé.


É hora de continuar nosso bate-papo sobre Depressão. Na semana passada, nossa conversa foi especialmente dirigida a você, que sofre com este mal. Mas essa conversa ainda não acabou.

Antes de continuarmos, uma pergunta: o que fez por si mesmo esta semana? Orou com devoção, ou, pelo menos tentou? Leu bons livros? Buscou ajuda em uma tradição mística (religião)? Abriu seu coração com alguém? Sei que vai dizer que é difícil, mas você precisa começar. E a palavra chave de hoje é exatamente essa: c-o-m-e-ç-a-r. Está mais do que na hora de dar início ao caminho que vai te tirar deste estado de desamor próprio. ¹

O primeiro passo é conhecer todo o potencial divino que há dentro de sua alma. Ame-se. Acredite em suas virtudes. Esqueça seus defeitos neste primeiro momento. Depois de sua recuperação, haverá tempo de sobra para trabalhá-los e transformá-los em gotas de luz. Pense no que faz de melhor, confie em si mesmo, sem julgamento ou culpa. Limitações todos temos, não somos perfeitos. Mas se nos apegarmos ao que não somos, esqueceremos do que somos e perderemos a oportunidade de ajudarmos o mundo onde vivemos, servindo a Deus com nosso talento único e especial.

Esqueça a incompreensão, o desafeto, a injustiça, o cansaço. Comece a pensar no que recebe de bom todos os dias, de todos os seres viventes e logo estará apto a fazer o mesmo, retribuir a todos os seus irmãos planetários o amor e a paz que nascerá dentro de você. Ore todos os dias, ao despertar pela manhã, ao se alimentar, ao se deitar. A oração é uma ótima companheira e nos lembra do quão próximo Deus está de cada um de nós.

Inicie atividades saudáveis para ocupar seu corpo e sua mente; caminhe próximo à natureza, abrace uma árvore, participe de trabalhos voluntários. Sorria para uma criança e permita-se sentir o calor gostoso que o envolverá ao recebê-lo de volta.

Entenda que tudo o que você passa na vida, é fruto de suas próprias ações. Isso pode ser chamado de “lei de ação e reação”. O mais importante é saber que os problemas que encontramos em nossa frente só aparecem porque somos capazes de resolvê-los. Deus zela por nós e nunca nos abandona, precisamos apenas aprender a ler corretamente os sinais do auxílio que Ele nos dá a todo o momento. Conte com Ele, sempre.

Gostaria de citar neste momento uma frase célebre de um homem que foi um grande exemplo de vida e da tradição mística (religião) Espírita, Francisco Cândido Xavier ou Chico Xavier, como é mais conhecido:

“Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.”

Comece agora, levante-se e escreva um novo fim para a história desta sua existência material com as letras multicoloridas do amor, da paz, da compreensão, do perdão, da autoconfiança, da humildade e da fé. Deixe o dourado da sabedoria que vem do Alto, invadir sua vida e preenchê-la com o que há de melhor neste imenso Universo: Deus. Assim, nunca sobrará espaço em seu coração para o que deve ser banido de sua alma.

Na próxima semana, nossa conversa será com seus amigos, colegas e familiares.  Paz e luz em seus dias, Deus está com você.


¹ Não nos referimos neste artigo aos aspectos fisiológicos ou psicológicos da doença. Aconselhamos a todos os diagnosticados com “depressão” a seguir o tratamento médico prescrito pelo profissional de saúde competente.
       
Por  Dauto Barros*

* Dauto Barros é Engenheiro Químico com Especialização em Energias Alternativas, Terapeuta Natural e responsável pela divulgação no Brasil do Projeto Mundial de Psicologia Perene ou “Oida-terapia”, um novo conceito terapêutico que busca integrar elementos da psicologia atual a diferentes caminhos místicos do planeta.


Nenhum comentário:

Postar um comentário